THEME ©


Viajante das galáxias, presa na complexidade e grandiosidade de um lugar chamado Terra, e na inquieta condição de ser humano. Serva da natureza, perdida no tempo e espaço, e em busca da paz interior.

"Para trás, não conduz a nenhum caminho, nem para o lobo nem para a criança. No princípio das coisas não há simplicidade nem inocência; tudo o que foi criado até o que parece mais simples, é já culpável, já complexo, foi lançado ao sujo tervelinho do desenvolvimento e já não pode, não poderá nunca mais, nadar contra a corrente. O caminho para a inocência, para o incriado, para Deus, não se dirige para trás mas sim para diante; não para o lobo ou a criança, mas cada vez mais para a culpa, cada vez mais fundamente dentro da encarnação humana. Nem mesmo com o suicídio, podre Lobo da Estepe, te livrarás realmente das dificuldades; tens de percorrer o caminho mais largo, mais penoso e mais difícil da humana encarnação; frequentemente terás de multiplicar a tua multiplicidade, complicar ainda mais a tua complexidade. Em vez de reduzir o teu mundo, de simplificar a tua alma, terás de recolher cada vez mais mundo, de recolher no futuro o mundo inteiro na tua alma dolorosamente dilatada, para chegar talvez algum dia ao fim, ao descanso."

 

Mr Darcy. Orgulho e Preconceito, volume II, capítulo XI

"O Brasil está dentro de mim (como eu estou igualmente dentro dele) de tal maneira que eu não posso tirá-lo de minha pessoa, moldada por ele, que pertence a ele e certamente ajuda a defini-lo. Para mim, o Brasil é um conjunto de ideias e de sentimentos ‘naturais’ inscritos, como dizia Rousseau, no meu coração."